#eventos #wsl #competições #profissional #surf 
Brasil

A WSL Latin America promove recorde histórico de eventos na região

João Carvalho - WSL

As primeiras seis etapas acontecem nestes meses de abril e maio

O escritório regional da World Surf League (WSL) na América Latina, anuncia um número recorde de eventos para este ano de 2022. A WSL Latin America trabalhou forte neste período pós pandemia, para promover 12 etapas do Qualifying Series valendo pontos para os rankings regionais classificatórios para o Challenger Series, no Brasil, Argentina, Chile e Equador. Além disso, o Oi Rio Pro apresentado pela Corona volta a promover a etapa brasileira do CT esse ano em Saquarema, que também vai sediar o primeiro e único Challenger Series na América Latina, o Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil.

Todos os eventos serão combinados, para homens e mulheres competirem. A sexta edição do Oi Rio Pro valerá como oitava etapa do World Surf League Championship Tour 2022. E o Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil será a penúltima do Challenger Series, já na reta final da batalha pelas vagas para a elite que vai disputar os títulos mundiais em 2023. No calendário de provas do Qualifying Series, a grande novidade é o Circuito Banco do Brasil de Surfe com três etapas. A primeira é nessa semana, começando na quinta-feira na Praia da Ferrugem, em Garopaba, Santa Catarina. 

“É uma grande satisfação podermos oferecer aos surfistas da nossa região, eventos durante o ano todo, de todos os níveis e em diferentes tipos de ondas, para eles e elas buscarem classificação para o Challenger Series”, disse Ivan Martinho, CEO do escritório regional da World Surf League na América Latina. “Firmamos uma parceria importante com o Banco do Brasil, que vai promover um circuito com três etapas em grandes palcos do esporte no país. Temos também, grandes eventos licenciados confirmados no Brasil e outros países da América do Sul, fortalecendo marcas patrocinadoras e criando oportunidades variadas para os atletas do continente competirem. Então, vai ter muito surfe para os fãs poderem torcer nas transmissões ao vivo, ou diretamente nas praias que sediarem os eventos”. 

O calendário recorde de 12 etapas do Qualifying Series no continente, começa com uma série de seis eventos seguidos nos meses de abril e maio. Os dois primeiros já aconteceram nas duas últimas semanas. O LayBack Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis fechou os rankings regionais de 2021/2022 na Praia Mole, definindo os títulos sul-americanos conquistados por Yago Dora e Sophia Medina, além das listas dos classificados para o Challenger Series 2022. Três dias depois, o Rip Curl Pro Playa Grande abriu a temporada 2022/23 na Argentina, já valendo vagas para o Challenger Series do ano que vem.

Nesta semana, será realizada a primeira das três etapas do Circuito Banco do Brasil de Surfe, uma das grandes novidades no calendário da WSL Latin America esse ano. A primeira começa na quinta-feira e vai até domingo na Praia da Ferrugem, em Garopaba, litoral sul de Santa Catarina. E a segunda é no mês de maio, entre os dias 12 e 15 na Praia de Stella Maris, em Salvador, na Bahia. Entre as duas primeiras etapas do Circuito Banco do Brasil de Surfe, acontecerão mais duas em outros países da América do Sul. 

O Equador vai promover a Copa Sails of Change Galápagos, de 4 a 8 de maio na praia Lobería, na Isla San Cristobal do paradisíaco arquipélago de Galápagos. Depois, os surfistas voltam ao Brasil para competir no Circuito Banco do Brasil de Surfe em Salvador, até 15 de maio. E da Bahia, partem para o Chile, onde do dia 17 a 22 acontece o Quiksilver & Roxy Iquique Pro nas ondas de La Punta, na Playa Cavancha. Em Iquique, será realizado o primeiro QS 3000 da temporada 2022/23 e as primeiras seletivas sul-americanas para o Mundial Junior da WSL.

CALENDÁRIO DE EVENTOS DA WSL LATIN AMERICA EM 2022:

*- todas as etapas serão combinadas para homens e mulheres competirem

01: Abr 06-10: LayBack Pro QS 1000 na Praia Mole de Florianópolis (SC)

02: Abr 12-16: Rip Curl Pro Playa Grande QS 1000 em Mar del Plata – Argentina

03: Abr 21-24: Circuito Banco do Brasil de Surfe QS 1000 na Praia da Ferrugem, Garopaba (SC)

04: Mai 04-08: Copa Sails of Change Galapagos QS 1000 na Isla San Cristobal – Equador

05: Mai 12-15: Circuito Banco do Brasil de Surfe QS 1000 em Stella Maris, Salvador (BA)

06: Mai 17-22: Quiksilver & Roxy Iquique Pro QS 3000 e Pro Junior em Iquique - Chile 

07: Jun 14-19: LayBack Pro Rio QS 1000 na Prainha, Rio de Janeiro (RJ)

08: Jun 23-30: CT Oi Rio Pro apresentado pela Corona em Saquarema (RJ)  

09: Jul 17-24: Alagoas Surf Pro Francês QS 5000, Pro Junior e Longboard na Praia do Francês, Mal. Deodoro (AL)

10: Ago 15-21: Arica Pro Tour QS 3000 e QS 1000 em El Gringo, Arica – Chile

11: Ago 25-28: Circuito Banco do Brasil de Surfe QS 1000 em Itamambuca, Ubatuba (SP)

12: Set 06-11: Na Brava Surf Pro QS 3000 na Praia Brava, Itajaí (SC)

13: Set 19-25: Saquarema Surf Festival QS 3000, Pro Junior e Longboard na Praia de Itaúna (RJ)

14: Nov 01-08: Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil em Saquarema (RJ)

Antes da criação da World Surf League em 2015, o máximo de eventos realizados na região do escritório da ASP (Association of Surfing Professionais) sediado no Brasil, incluindo o CT, foram 13 competições nas temporadas de 1994 e 2010. As 12 etapas do Qualifying Series promovidas pela WSL Latin America agora em 2022, são classificatórias para o circuito Challenger Series, o novo único caminho para se chegar na elite do World Surf League Championship Tour. Além da batalha pela classificação, os rankings regionais seguem decidindo os títulos sul-americanos, com a temporada 2022/2023 prosseguindo até o primeiro semestre do ano que vem.

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias