#surf #saúde 
México

Aldemir Calunga sofre acidente em Puerto Escondido

Petrônio Tavares/Greenish

Aldemir Calunga, 39 anos, surfava uma onda gigante na praia de Puerto Escondido, quando caiu da prancha e foi atingido por ela na bochecha

O surfista potiguar Aldemir Calunga, 39 anos, sofreu grave acidente neste domingo, na praia de Puerto Escondido, no México. Ele encarava uma onda gigante quando caiu da prancha e a mesma teria perfurado a sua face, na bochecha. Devido às condições difíceis do mar, os salva-vidas tiveram dificuldade para realizar o resgate.

Segue abaixo ultima notícia com o quadro de saúde do Big Rider Aldemir Calunga

Por Petronio Tavares:

Vou fazer um breve relato do que passou, pois eu presenciei tudo da praia.

Após entubar em uma onda (esquerda) de 8 pés e sair voando junto com a prancha por cima do lip, no limite antes dela fechar, vi três surfistas remando muito rápido em direção à praia, quando então, avistei somente a prancha boiando, imaginei que o surfista havia desmaiado ,ainda não sabia que era o Calunga, pois ele havia chegado a Puerto Escondido na noite anterior.

Ao se aproximarem da prancha um havaiano começou a puxar a cordinha para trazê-lo de volta à superfície, os outros eram Lapinho e Marcos Monteiro, que por serem valva-vidas e big riders, fez toda a diferença, seguraram o Calunga e não o soltaram até chegar a praia, independente das ondas que continuavam quebrando bem em cima de todos.

Após os procedimentos de primeiros socorros, vimos que Calunga tinha um corte no rosto, ter uma pequena reação física como um engasgo e um dos salva-vidas gritar que ele ainda tinha pulso. Chegando a ambulância ele foi levado para o Hospital de Puerto Escondido onde foi tomado os procedimentos para induzí-lo ao coma, depois providenciamos sua transferência para a Cidade do México onde segundo o médico local teria muito mais recursos para seu caso.

Chegamos na Cidade do México no final da tarde e segundo os médicos do Hospital Dalinde onde o Calunga ficou internado na UTI, o estado dele é estável porém crítico.

Agradeço a ajuda de todos os amigos que agilizaram tudo para providenciarmos as melhores condições possíveis para a recuperação desse grande surfista, um homem muito carismático e querido por todos.

Agora é pedir a Deus que lhe dê forças para reagir e sair dessa situação em que se encontra. FORÇA CALUNGA!!!

Por Petronio Tavares:

Boas novas, graças à DEUS!

Acabei de falar com o médico e ele informou que o Calunga urinou, suspenderam os sedativos às 06:00 mas ele ainda continua adormecido apesar dos gritos que dei na tentativa de desperta-lo, o médico disse que temos que aguardar até completar 12 horas sem sedativos e que a maior preocupação é em relação à danos no cérebro, mas o médico me mostrou o gráfico que comprova que ele mantém atividade cerebral.

FORÇA CALUNGA!!!!

Petrônio voltou a postar informações por volta das 10h30.

- Nos exames de raio-X não foi visto traumatismo devido ao choque com a prancha no rosto.

Agora é aguardar e torcer para que ele tenha uma reação - disse.

Nas redes sociais, amigos e fãs de Calunga manifestam mensagens de apoio e orações pela recuperação do surfista.

Desafiador de ondas gigantes

Aldemir Pereira Marques Júnior, o Calunga, nasceu no dia 23 de julho de 1973. Após fazer parte da elite do surf mundial, passou a se dedicar à carreira de free surfer e big rider - surfista de ondas grandes -, tendo trabalhos desenvolvidos nas principais praias de ondas grandes do planeta como Indonésia, Tahiti, México, Chile, Havaí e Fernando de Noronha. Atualmente, Calunga é atleta da marca Greenish e participa de um trabalho social em Fortaleza com o Instituto Povo do Mar (IPOM).

Comentários

Galerias | Mais Galerias