#associações #arbitragem #surf #comportamento 
Jeffreys Bay - Cabo Oriental - África do Sul

ASP Estuda Suspensão para Jeremy Flores após Incidente com Juízes

surfportugal.pt

Trata-se apenas de um rumor, mas este é um assunto que tem marcado o dia de descanso em J-Bay.

Segundo alguns relatos tornados públicos pela revista Surf Europe, Jeremy Flores poderá ser castigado pela ASP, enfrentando uma suspensão que poderá ter contornos históricos. E porquê? Tudo porque o francês não terá reagido bem à derrota na 2.ª round do J-Bay Open e envolveu-se num incidente na torre de juízes.

No heat em que foi eliminado por Sebastian Zietz, Flores encontrava-se na liderança já bem perto do final. Precisando de 6,50 pontos, Seabass apanhou uma onda a cinco minutos de final, deixando no ar a dúvida se teria chegado a virar a bateria. A nota saiu a menos de 2 minutos da buzina se ouvir e confirmava a reviravolta. O francês mostrou logo aí os primeiros sinais de nervosismo e descontrolo emocional, uma vez que aplaudiu a decisão dos juízes durante alguns segundos.

Depois de já não conseguir retomar o primeiro posto do heat, sendo eliminado da etapa sul-africana, Jeremy saiu da água de cabeça baixa e só terá parado na torre de juízes. Segundo relatos de pessoas que estavam no local, que são citadas pela Surf Europe, a situação piorou quando o francês chegou ao interior da torre de juízes. Os confrontos terão sido verbais e não só, sendo que o palavreado excessivo de Flores era audível nas proximidades.

Richie Porta, chefe de juízes da ASP, confirmou o sucedido, garantido que o caso já está sendo estudado pela ASP, no "quartel-general" em Santa Monica, na Califórnia. "Não iremos tomar parte da decisão, apenas enviámos o relatório dos incidentes para a comissão disciplinar", começou por dizer Porta, citado pela Surf Europe. "Existiu violência, por isso penso que o castigo vai ser mais pesado do que o habitual", frisou, antes de relembrar o episódio que levou à suspensão do brasileiro Victor Ribas, depois de este ter atirado pedras aos juízes nas Maldivas.

"Jeremy Flores é recorrente neste tipo de comportamento, pois a sua personalidade é forte. No entanto, nunca tinha visto ninguém com a cabeça tão descontrolada em 15 anos de carreira... mesmo que depois se tenha acalmado", afirmou Porta. Já no início deste ano, Flores teve declarações algo polémicas em direto depois de ter perdido para Adriano de Souza em Snappers, numa bateria onde lhe foi assinalada uma interferência que levantou alguma contestação.

Este não é o primeiro episódio de violência que envolve o surfista francês, sendo que no início de 2011 protagonizou um incidente numa etapa do WQS em Burleigh Heads, na Austrália, juntamente com o amigo Sunny Garcia. Ambos agrediram um surfista local, sob o pretexto de este ter ofendido o filho do havaiano. Na altura, Jeremy defendeu-se dizendo que apenas ajudou Garcia e acabou por ter um castigo bem mais leve do que o companheiro.

A Surf Europe avança que Flores poderá mesmo ficar de fora das próximas etapas. Uma coima elevada e a possibilidade de ficar suspenso durante três etapas do Tour é um dos cenários avançados, embora se especule com a irradiação, algo que não acontece desde 2011, quando Bobby Martinez teve o célebre discurso contra a ASP em direto no webcast do Quiksilver Pro New York, depois de vencer um heat.

Embora ainda não se saiba bem o que vai acontecer a Jeremy Flores - se a ASP irá ser branda ou irá mesmo ter a mão pesada, aplicando uma sanção histórica - certo é que este é mais um episódio que vem piorar a já de si pouco feliz temporada do surfista europeu. Sem conseguir resultados significativos no World Tour, Flores tem o seu lugar em risco para 2015. Uma suspensão das próximas etapas complicar-lhe-ia ainda mais as contas.

Já este ano, Jeremy havia revelado ao jornal francês "L'Èquipe" a sua vontade de deixar a competição, isto apesar de só ter 26 anos. O francês explicou que estava cansado da vida do Tour e pretendia voltar para junto da família na Ilha Reunião, de modo a ter uma vida mais calma. Depois deste incidente, do qual ainda não se conhece bem todos os contornos, certamente que essa vontade deverá ter aumentado.

Reproduzida de Surf Portugal

Comentários

Galerias | Mais Galerias