#inovação #tubarões 

Bracelete Magnético Promete Afugentar Tubarões

Surfguru

O Sharkbanz é um bracelete de borracha (não maior do que o seu relógio de surf) que se destina a irritar os eletro-receptores de um tubarão.

Este produto é particularmente eficaz com tubarões devido ao sentido eletro-magnético muito sensível dos bichos. Nathan Garrison, um dos desenvolvedores do produto, disse que é "semelhante a colocar uma lanterna muito brilhante nos olhos do tubarão." Não fere o tubarão - é apenas desagradável.

Nathan e o pai dele,David Garrison, se inspiraram para criar esse bracelete depois de várias "experiências" com tubarões assustadores - o melhor amigo de Nathan foi mordido por um. O produto tornou-se disponível para o público apenas um mês depois de Sean Pollard perder um braço e sua outra mão na Austrália Ocidental, e apenas um mês antes de Jay Muscat, com 17 anos de idade, perder a vida para um grande tubarão branco enquanto praticava pesca submarina na Praia Cheyenes na Austrália Ocidental.

Quando o tubarão se aproxima de uma pessoa usando o Sharkbanz, as ondas magnéticas que vêm do bracelete perturbam os seus eletro-receptores e ele rapidamente se afasta. O Sharkbanz não usa produtos químicos, pilhas ou eletricidade para dissuadir os tubarões, garantindo simplicidade na utilização, armazenamento e durabilidade. Segundo os seus inventores, o produto não representa qualquer risco para o usuário, protegendo pessoas e tubarões.

Parece legal não é? Mas a questão principal é: funciona? A julgar pelos seus testes, parece bastante eficaz com determinadas espécies de tubarões, especialmente os pequenos - como ilustrado no vídeo. Mas não foi testado com grandes brancos e outras grandes espécies de tubarões responsáveis por ataques.

Será que o Sharkbanz realmente detém um grande branco, com fome e curioso, confundindo você com uma foca deliciosa? Isso certamente seria um divisor de águas na comunidade de surf. Permitiria aos surfistas entrar em águas que antes estavam fora dos limites devido ao seu alto risco de ataques de tubarões, como em Recife. Os proprietários, entretanto, declaram explicitamente que, mesmo usando esta tecnologia, isso não significa que você é capaz de saltar em águas infestadas de tubarões. Isso seria uma atitude imbecil.

Site do SharkBanz

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias