#wsl #longboard #surf #mundial #piscina de ondas #ondas artificiais #notícias #profissional #feminino 
Leemore - Califórnia - Estados Unidos

Chloe Calmon se classifica para disputar o título do Cuervo Surf Ranch Classic na Califórnia

João Carvalho/ WSL Latin America

A brasileira ficou em segundo lugar na classificação da terça-feira. Quatro brasileiros e um peruano vão estrear nesta quarta-feira. Duas etapas na Califórnia decidem os títulos mundiais de Longboard.

LEMOORE, Califórnia, EUA (quarta-feira, 28 de setembro) – O World Surf League Longboard Tour está de volta, com o Cuervo Surf Ranch Classicpromovendo a primeira das duas etapas seguidas na Califórnia, que vão decidir os títulos mundiais da temporada 2021. Na quarta-feira foi realizada a primeira fase feminina e a rodada inicial masculina será transmitida ao vivo do Surf Ranch, em Lemoore, na Califórnia, pelo WorldSurfLeague.com a partir das 8h30 da quinta-feira nos Estados Unidos, 12h30 no Brasil. 

Devido à uma necessária manutenção na máquina que forma as ondas no Surf Ranch, o formato da competição foi modificado. Cada competidor continuará entrando duas vezes para surfar uma esquerda e uma direita, computando a maior nota recebida em cada direção. Inicialmente, os oito melhores de cada categoria, somando a maior nota recebida na esquerda com a maior na direita, se classificariam para as semifinais. Agora, os Top 8 foram reduzidos para os quatro que conseguirem mais pontos, que já avançarão para disputar os títulos do Cuervo Surf Ranch numa rodada final.

A primeira fase feminina foi realizada na terça-feira e a brasileira Chloe Calmon começou bem, ficando entre as Top 4 que vão decidir o título do Cuervo Surf Ranch Classic. A carioca somou 7,53 da esquerda com 5,93 da direita e terminou em segundo lugar, com 13,46 pontos. Em terceiro ficou a havaiana Sally Cohen com 13,30 pontos e em quarto a norte-americana Avalon Gall com 13,03. A melhor do dia foi a também norte-americana Soleil Errico, que totalizou 15,57, com nota 8,90 na direita e 6,67 na esquerda.

“É sempre uma corrida de nervos lá dentro”, disse Soleil Errico, campeã mundial de 2018. “Fica tudo tão quieto, sem ninguém lá além de você, então só depende de você mesma. Sou muito grata em poder ter participado do último evento da Cuervo aqui e isso realmente me ajudou. Acho que só preciso confiar no meu surfe e um grande resultado aqui significará muito. Tenho trabalhado bastante para ganhar este evento e seria ótimo conquistar o título mundial também”.

CLASSIFICAÇÃO DA PRIMEIRA FASE FEMININA:

1.a: Soleil Errico (EUA) – 15,57 pontos – 8,90 na direita e 6,67 na esquerda

2.a: Chloe Calmon (BRA) – 13,46 – 5,93 na direita e 7,53 na esquerda

3.a: Sally Cohen (HAV) – 13,30 – 6,23 na direita e 7,07 na esquerda

4.a: Avalon Gall (EUA) – 13,03 – 6,20 na direita e 6,83 na esquerda

---------Top 4 vão decidir o título

5.a: Alice Lemoigne (FRA) – 12,97 pontos – 7,10 D + 5,87 E

6.a: Honolua Blomfield (HAV) – 12,60 – 7,37 D + 5,23 E

7.a: Kelis Kaleopaa (HAV) – 11,47 – 5,90 D + 5,57 E

8.a: Natsumi Taoka (JPN) – 10,80 – 5,80 D + 5,00 E

9.a: Keani Canullo (HAV) – 10,50 – 4,83 D + 5,67 E

10: Kelia Moniz (HAV) – 10,43 – 4,03 D + 6,40 E

11: Lindsay Steinriede (EUA) – 10,20 – 6,07 D + 4,13 E

12: Tuly White (AUS) – 10,04 – 5,07 D + 4,97 E

13: Kirra Seale (HAV) – 9,44 – 4,57 D + 4,87 E

14: Zoe Grospiron (FRA) – 9,34 – 5,27 D + 4,07 E

15: Haley Otto (HAV) – 9,30 – 3,07 D + 6,23 E

16: Sophia Culhane (HAV) – 9,30 – 4,83 D + 4,47 E

17: Mahina Akaka (EUA) – 8,57 – 4,07 D + 4,50 E

18: Ophelie Ah-Kouen (FRA) – 6,83 – 1,83 D + 5,00 E

QUALIFYING MASCULINO – a rodada classificatória masculina vai começar as 7h08 no Surf Ranch (11h08 no Brasil), mas a transmissão ao vivo só será iniciada as 8h30 (12h30 no Brasil), com as finais começando as 17h00 (21h00 no Brasil). Alguns dos melhores longboarders do mundo estão entre 18 participantes do Cuervo Surf Ranch Classic. Entre eles, quatro brasileiros, o bicampeão mundial Phil Rajzman, o vice-campeão mundial de 2019, Rodrigo Sphaier, Jefson Silva, Augusto Olinto e o peruano Lucas Garrido Lecca:

Justin Quintal (EUA)

Rodrigo Sphaier (BRA)

Taylor Jensen (EUA)

Kaniela Stewart (HAV)

Kai Sallas (HAV)

Steven Sawyer (AFR)

Harrison Roach (AUS)

Tony Silvagni (EUA)

Ben Skinner (ING)

Edouard Delpero (FRA)

Lucas Garrido Lecca (PER)

Taka Inoue (JPN)

Cole Robbins (EUA)

Jefson Silva (BRA)

Phil Rajzman (BRA)

Joel Tudor (EUA)

Kevin Skvarna (EUA)

Augusto Olinto (BRA)

Depois do Cuervo Surf Ranch Classic, entre os dias 3 e 13 de outubro acontece o Jeep Malibu Classic apresentado pelas Havaianas, que vai fechar o WSL Longboard Tour 2021 em Malibu Beach. O ranking que vai definir os títulos mundiais da temporada, vai computar os resultados destas duas etapas e da única disputada em 2020, o Noosa Longboard Festival na Austrália. 

TRANSMISSÃO AO VIVO –Cuervo Surf Ranch Classic e o Jeep Malibu Classic apresentado pelas Havaianas serão transmitidos ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo aplicativo grátis da World Surf League. O WSL Longboard Tour é patrocinado por Jose Cuervo, Jeep, Havaianas, Hydro Flask, Athletic Brewing, US Army, Aviator Nation, Firewire e Flying Embers.

COVID-19 - A saúde e a segurança dos atletas, do staff e da comunidade local, são de extrema importância e a WSL possui um protocolo robusto de planos de segurança para o COVID-19, visando para manter a integridade de todos. Esses planos são exclusivos para cada evento.

Para mais informações, acesse o WorldSurfLeague.com

Comentários

Galerias | Mais Galerias