#aprendizado #surf 
Austrália

Desenvolvendo uma Criança Talentosa

Martin Dunn - The Inertia

O surf, como outros esportes, é aprendido e aperfeiçoado, embora num processo de tentativa e erro. Os surfistas capturam milhares de ondas e afinam o seu desempenho de acordo com o seu nível de motivação e habilidade natural.

Pode-se dizer que alguns surfistas são mais capazes de evoluir do que outros. Mas, com um nível superior de aptidão, vem o potencial para ganhar a vida através do surf.

Na minha experiência como treinador de surf de 30 anos, é interessante observar as diferentes maneiras que os pais usam para transformar os seus filhos em atletas talentosos. Alguns simplesmente os deixam surfar, com uma participação limitada. Alguns fornecem apoio e orientação e até mesmo tomam medidas para encontrar pessoas como eu para mentorar e treinar seu filho. Outros pais são altamente determinados e excessivamente envolvidos. Estes pais muitas vezes sem saber, apresentam-se como agressivos na tentativa de criar oportunidades e exposição para o seu filho.

Cada uma destas abordagens podem criar oportunidades de carreira, dependendo da criança. No entanto, algumas abordagens podem tomar caminhos contra-produtivos. Algumas crianças sucumbem sob a imensa pressão e as expectativas ultrajantes colocadas em seus ombros, inexperientes jovens.

Caminhos contraproducentes

Os pais que fornecem os caminhos errados de desenvolvimento de um surfista em evolução não o fazem intencionalmente. Pelo contrário, é resultado de sua determinação esmagadora em ajudar seu filho a ter sucesso, que muitas vezes ignoram o caso, via mais propício para o sucesso.

Em uma recente viagem para a Califórnia, eu testemunhei muitos surfistas jovens que não freqüentam a escola formal. Em vez disso, eles têm a escola caseira, a fim de desenvolver suas habilidades de surf, na esperança de facilitar uma carreira de surfista profissional. Na compreensão de como se desenvolve o talento, eu não posso ajudar, mas sinto que muitos pais e seus filhos estão se preparando para o fracasso. Eles certamente têm todo o dia para tomar decisões com base em quando e por quanto tempo surfar, mas a qualidade da sessão e a concentração na tarefa pode ser questionável.

Surfistas de Estacionamento

Aqueles que seguem esse caminho estão em risco de se transformar em que o ex-campeão do Mundo, Peter Townsend, chama de "surfistas de estacionamento". Townsend sugere que surfistas que têm todo o dia para surfar, têm uma mentalidade muito particular. Eles chegam na praia para checar o surf de manhã e dizem: "Vai ficar melhor depois." Mais tarde, eles voltam e dizem, "muito baixo. a maré" Terceira vez é um charme, né? Não exatamente. Eles chegam pela terceira vez e dizem, "Está maral agora. Eu não vou surfar essa porcaria." Esse processo pode ser desgastante. Mesmo para eles que estão na praia, eles ou não surfam, ou surfam com pouco entusiasmo. Eles ficam no estacionamento e efetivamente minimizam a sua progressão, enquanto o seu entusiasmo diminui lentamente.

Compare o exemplo acima mencionado para a criança que faz um surf rápido antes de ir para a escola - ou a criança que surfa uma hora antes de escurecer, depois da escola. Agora não é o foco no seu surf. Se a criança está motivada, ele ou ela colocam 100% em seu surf para maximizar o tempo limitado disponível. Aqueles que permanecem na escola, eu acho, vão fazer melhor do que os estudantes caseiros, na maioria dos casos por causa de seu entusiasmo amplificado para surfar em qualquer condição.

Qualidade x Quantidade

A ciência aceita no desenvolvimento de talentos é que, para se tornar plenamente desenvolvido em uma habilidade - se é surf, golfe, ou tocar uma música - 10 mil horas de prática "profunda" precisam ser concluídas. No entanto, no surf, não se deve simplesmente surfar por 10.000 horas para se tornar um surfista habilidoso. Eles devem ter um foco forte, multifacetado e com a intenção de se tornar o melhor que se pode ser. Isso inclui analisar as coisas, tais como: movimentos meticulosos, posicionamento no pico, quais ondas serão capturadas, quantas ondas são capturadas, prancha e arranjos de quilhas, etc. Assim, é o nível de atenção focado na tarefa, em vez do número total de horas que está motivando o nível de desempenho.

A quantidade certa de Suporte

Como pai de uma criança do surf, é uma atitude inteligente acompanhar de perto a forma como a criança está progredindo. A criança quer surfar todos os dias? Será que ele ou ela te acordam todas as manhãs querendo surfar? Meu filho e ex-concorrente do WCT, Ben Dunn, tinha cerca de 12 anos de idade, quando eu disse a ele: "Se você quiser entrar em uma competição, traga-me o formulário de inscrição e eu vou levá-lo." Os formulários de inscrição continuavam batendo na minha mesa. Foi então que eu soube que ele estava "dirigindo o barco" - na medida em que sua carreira estava na prioridade.

Se o seu filho está de fato conduzindo o barco, será muito importante começar a construir um grupo de apoio em torno de seu filho o mais cedo possível. Isto inclui a ligação com um shaper, treinador de surf, personal trainer, fisioterapeuta, empresas patrocinadoras, e, claro, os pais (sendo o núcleo desse apoio). Na minha experiência, você deve construir relacionamentos de forma orgânica, ao invés de construir relações com base no que você está para ganhar. Apoio moral de pessoas que se importam com a criança é muito mais importante a longo prazo, o bem-estar e sucesso da criança importa mais do que relações superficiais.

Um bom amigo meu, líder australiano e psicólogo esportivo, Dr. Michael Martin, fez a pergunta: "Qual é a diferença entre todos os músicos que entram no conservatório de música e os que saem no final de seus cursos como um virtuoso?" eles são todos bons músicos para conseguir um lugar no conservatório, mas alguns se destacam no final. A diferença, em suas palavras, é que os virtuosos simplesmente trabalham o mais difícil.

Pela minha experiência, estes são os mesmos atributos necessários para os surfistas se engajarem numa carreira profissional. O que os surfistas fazem em uma base diária é o que os separa do resto. Todos os surfistas do WCT que eu tenho treinado fazem free surfe, como se estivessem competindo em uma bateria. Cada dia, cada surfe e cada onda eles estão dando tudo de si, como se fosse o último de surf de suas vidas. Estes são os mesmos surfistas que estão recebendo boas notas na praia. Monitorando a formação dos bancos de areia, trabalhando com shapers, mudando de pranchas e arranjos de quilhas, e observando, estudando e analisando estilos de surf. Eles estão lá fora, selecionando as melhores ondas, surfando-as com precisão, e terminando com um alto nível de sucesso. Este surf focado e profundo, combinado com o grupo de apoio adequado, é a forma como se constrói um talento.

Traduzido do The Inertia

Comentários

Galerias | Mais Galerias