#poluição #aloha #surf 
Nova Aquitânia - França

Entrevista Ambiental com Sally Fitzgibbons

Nora Lemoal / Benjamin Fabre

O Aloha Surf Journal entrevistou Sally Fitzgibbons e lhe fez algumas perguntas sobre o seu relacionamento, sua experiência, e as mudanças que estão acontecendo na luta contra a poluição marinha.

Surfistas passam mais tempo na natureza do que muitas outras pessoas, e é por isso que o pessoal do Aloha Surf Jornal decidiu coletar os pensamentos dos surfistas sobre o assunto.

Aloha Surf Journal: Você acha que no surf, mais do que em qualquer outro esporte, há uma relação especial entre os surfistas e para o meio-ambiente?

Sally Fitzgibbons: No surfe, há uma relação muito forte entre os surfistas, pelo menos a maioria deles, e a Mãe Natureza. Há tantas belas praias, fauna e picos de surf em todo o mundo para cuidar.

Surfistas estão constantemente em contato com o meio ambiente. Os oceanos são nossos parques. Passamos os dias na água, surfando as ondas, e se queremos continuar a surfá-las, se quisermos continuar a viajar pelo mundo em busca de ondas, precisamos proteger o nosso planeta. É essencial para se manter as nossas ondas surfáveis.

Você já teve uma experiência ruim ao surfar, por causa da poluição?

Minha pior memória com a poluição marinha foi certamente na Indonésia. As pessoas lá têm o mau hábito de jogar tudo no mar, acreditando que as águas irão limpar tudo. Quando você surfa, você tem muitas vezes a impressão de que você está remando em um mar de petróleo e sacos de plástico. É muito nojento. Se nada for feito nos próximos anos, o futuro do surf na região está claramente ameaçado.

Você vê uma mudança positiva ou negativa em relação à proteção do oceano?

As mentalidades estão evoluindo lentamente. Mais e mais pessoas estão envolvidas na proteção do oceano, mas é preciso tempo para que as pessoas mudem seus hábitos e entendam o quão importante é agir pelo planeta. As organizações ambientais nunca foram tão poderosas. Os governos parecem estar dispostos a considerar as advertências de ambientalistas e cientistas, e as companhias verdes estão surgindo em toda parte. Devemos continuar lutando para o ambiente se queremos que as próximas gerações sejam capazes de surfar as nossas ondas.

Traduzido do Aloha Surf Journal

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias