#surf #wct #competições #acidentes #mundial #localismo 
Gold Coast - Queensland - Austrália

Fred Patacchia Pede Respeito aos Locais de Snapper Rocks após Incidente no Free Surf

surfportugal.pt

Através de um post na rede social Instagram, Fred Patacchia pediu que os surfistas menos experientes de Snapper Rocks respeitassem os atletas do World Tour e se mantivessem fora de água durante a estadia do Quiksilver Pro por lá.

Isto depois de ter sido atropelado durante uma sessão de free surf na passada segunda-feira que servia de aquecimento para a competição.

Mas o pior para o havaiano nem foi o fato de o terem atropelado. O atual número 21 do Mundo ficou com a prancha danificada, com três grandes marcas. Por sinal, esta era a prancha favorita de Freddy, ele que ainda ficou com um corte no braço depois do choque com um surfista local, que por sua vez tinha sido rabeado por outro e tentava desviar.

“Toda a minha confiança e momentum acabam por ir água abaixo”. Foi esta a mensagem que Patacchia colocou a acompanhar a foto da prancha danificada. “A etiqueta no surf é uma coisa importante que penso que muitos estão começando a aprender. É uma questão de educação”, continuou o havaiano.

“A primeira reação foi tentar proteger a minha prancha, colocando o braço por cima. A outra prancha bateu no meu braço e depois só tive tempo de proteger a cara e a cabeça. Quando saí vi que tinha três buracos no fundo da minha prancha favorita. Senti que era preferível ter levado pontos na cabeça”, confessa Freddy sobre o incidente, numa história contada pelo Gold Coast Bulletin.

Esta é uma reclamação nada hostil, até porque vem de um dos surfistas mais simpáticos do Tour. Patacchia garantiu que não quer os locais de Snappers fora de água, apenas pede que os surfistas com menos capacidade e experiência respeitem os atletas do Tour, uma vez que estes necessitam de praticar no pico do campeonato antes de entrarem em prova.

Reportagem reproduzida do Surf Portugal

Comentários

Galerias | Mais Galerias