#competições #eventos #surf #profissional #estadual #notícias #profissional #feminino #atletas 
Fortaleza - Ceará - Brasil

MARESIA Ondas do Futuro

George Noronha

Veteranos dão show no segundo dia da 3ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2021 válido como BRASILEIRO PRO E SURFE ADAPTADO, DA ABRASP

CIRCUITO EM HOMENAGEM À SILVANA LIMA

O segundo dia do MARESIA Ondas do Futuro, evento válido pela 3ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2021, foi marcado pela combinação de boas atuações das categorias de base e dos veteranos.

Na categoria Sub 12 o destaque ficou por conta do carisma e da grande performance do local da praia da Taíba, Iago Belotti. O pequeno não se intimidou com a forte correnteza e as ondas mexidas da Praia do Futuro para conquistar vaga na semifinal da categoria.

Na Sub 14 destaque para a atuação do líder do circuito, John John Alves e para a excelente performance do francês Walid Posier, que cravou o maior somatório da categoria. Ambos já garantiram vaga na grande final para uma briga direta pela liderança do certame.

Na Sub 16 quem deu as cartas desde a Fase 1 foi o jovem talento da nova geração Pedro Rian. Vencendo todas as três baterias que disputou Rian chega embalado para a grande Final, onde enfrentará John John em mais uma briga direta pela ponta do circuito.

Na Sub 18 mais uma Final para Pedro Rian na categoria com um dos maiores equilíbrios do Circuito. Os quatro que figuram na Final são os Top #4 do Circuito, fator que deve elevar a temperatura das disputas da bateria mais importante do evento para os aspirantes a astros do surfe Regional e Nacional.

Na principal categoria entre os amadores, a Open, o duelo ficará entre o líder do circuito e detentor dos recordes de maior nota e somatório do evento até então, Eugênio Alves e o terceiro colocado do Ranking, o local do Paracuru, Thiago Eduardo. Ambos entrarão na mais importante bateria entre os amadores na expectativa de sair do evento na liderança do Circuito.

Entre as mulheres da Sub 18 o destaque continua sendo da paraibana Ana Luiza, que vem a cada etapa se consolidando no Circuito Cearense, buscando a sua terceira vitória em três etapas.

Na Feminino Open a cearense Ariane Gomes também garantiu vaga na Final para tentar buscar a sua terceira vitória em três etapa do certame estadual. A atleta de Iparana a cada bateria confirma a boa fase e é a grande aposta dos observadores de plantão para o lugar mais alto do pódio da categoria.

Entre os veteranos da Master destaque para a atuação do surfista local da Praia do Futuro, Henrique Barros. O atleta soube aproveitar muito bem o conhecimento do pico para garantir uma das quatro vagas na grande Final.

Completando a participação da “Velha Guarda” do surfe cearense no segundo dia de competição os competidores da categoria Kahuna deram um show de disposição, energia e vitalidade, mostrando que o surfe não escolhe idade. Com competidores com idades acima de 45 anos, os “Titios”do surfe mostraram que ainda têm muita “lenha” para queimar! Destaque para Urso Ferreira, local da Prainha, que quebrou tudo e foi mais um a garantir uma das vagas na final da categoria.

SÁBADO

No sábado é a vez da principal categoria do evento entrar em cena, a Profissional. E com eles, também estrearão na competição os longboarders e a categoria Surfe Adaptado.

TRANSMISSÃO AO VIVO

A competição segue até o domingo e você pode conferir tudo o que rola no MARESIA Ondas do Futuro, 3ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2021, através dos links:

www.maresia.com.br e https://surfbyte.com.br/aovivo/ . Notas, estatísticas, cronograma, ranking atualizado e muito mais informações, além da transmissão de todas as baterias Ao Vivo.

CATEGORIAS

As categorias em disputa na 3ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2021 são: Sub 08, Sub 10, Sub 12, Sub 14, Sub 16, Sub 18 Masculino, Sub 18 Feminino, Open Masculino (sem limite de idade), Open Feminino (sem limite de idade), Profissional (sem limite de idade), Master (a partir de 35 anos), Kahuna (a partir de 45 anos), Legend (a partir de 55 anos), Longboard Open Masculino (sem limite de idade), Longboard Master (a partir de 35 anos), Longboard Open Feminino (sem limite de idade) e Surf Adaptado Categorias: Open e Cadeirante.

PREMIAÇÃO

A premiação do MARESIA Ondas do Futuro será composta de R$ 10.000 (dez mil reais) em dinheiro, distribuídos entre os 16 melhores atletas da competição, de acordo com o Livro de Regras da Federação de Surfe do Estado do Ceará, na categoria Profissional.

Entre os amadores, incluindo as categorias do Surfe Adaptado, a premiação será composta de 17 Blocos Teccel + 68 Kits MARESIA + 68 Troféus.

CALENDÁRIO DO CIRCUITO CEARENSE DE SURFE 2021

ETAPA 1 - 16 a 19 / Set / Taiba / Sga (CONCLUÍDA)

ETAPA 2 - 22 a 24 / Out / Iguape/ Aquiraz (CONCLUÍDA)

ETAPA 3 -04 a 07 / Nov / PF / Fortaleza (EM ANDAMENTO)

ETAPA 4 -19 a 21 / Nov / Caponga / Cascavel

ETAPA 5 - 03 a 05 / Dez / Ronco do Mar / Paracuru

 Maiores Informações.

Top 16 Promoções (85 999868538)

Fed. de Surf do Estado do Ceará (85 988538538)

amelio.junior@uol.com.br

www.maresia.com.br

O MARESIA Ondas do Futuro conta com os Patrocínios de MARESIA, Governo do Estado (SEJUV) e Prefeitura de Fortaleza (SECEL). Apoio: D’Cofibras, Infolink, Revista Beach Show, Consultório do Açaí, Junco Escola de Surfe e ABRASP. Realização: Federação de Surf do Estado do Ceará, Auêra-Auára Produções e Top 16 Promoções.

Sobre o Circuito Cearense de Surfe

Há 32 anos, mais precisamente em 1989, nascia o Circuito Cearense de Surfe, certame que ao longo de três décadas revelou talentos e serviu de base para grandes eventos que trouxeram para o Ceará alguns dos maiores astros do surf brasileiro e mundial.

Muitos atletas que integram ou já integraram o WCT, a Elite do Surfe Mundial, tiveram importante passagem pelo circuito cearense como os potiguares Jadson André e o medalhista de ouro olímpico, Italo Ferreira, que tiveram no Circuito Cearense um importante degrau na conquista do sucesso profissional. Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza Mineirinho também estiveram no Ceará em eventos nacionais criados a partir da credibilidade construída ao longo dos anos pelo Circuito Cearense de Surf, tido como um dos mais competitivos do Brasil.E foi essa reconhecida competitividade que possibilitou o surgimento de grandes nomes do surfe como Fábio Silva (Campeão Mundial ISA), Tita Tavares (Campeã Mundial WQS), Pablo Paulino (Bicampeão Mundial Pro Junior) e, mais recentemente, Silvana Lima, nossa representante olímpica, dentre muitos outros, que contribuíram para colocar o Ceará em um dos lugares de maior destaque no cenário esportivo nacional.

Segundo o Presidente da Federação de Surf do Estado do Ceará, Amélio Júnior, o Circuito Cearense de Surf é o mais antigo certame estadual da modalidade, em todo o território nacional, e que nunca foi interrompido, sendo esta a 33ª edição da competição.

Comentários

Galerias | Mais Galerias