#eventos #competições #surf #notícias #profissional #municipal #regional #associações #atletas 
São Sebastião - São Paulo - Brasil

Muitas emoções no Paúba Super Tubos

Charles Roberto

Estreia da categoria feminina foi um dos destaques da competição realizada em memória do atleta Pedro Tanaka, falecido em Março.

O rosto marcado pela água fria não foi suficiente para esconder, ao sair do mar, a felicidade de Yasmin Neves, 17 anos, após dropar a maior onda da série e que lhe rendeu o título de “Melhor Tubo Feminina”, e o terceiro lugar na Feminino Open, modalidade estreante na 4ª edição do Paúba Super Tubos In Memoriam a Pedro Tanaka. O evento aconteceu no último sábado (31).

O drop da Yasmin arrancou aplausos da praia e levou o público ao delírio. A jovem, destemida, é a atual campeã Estadual SUB 16. Ela não chegou a realizar o tubo, mas a organização do evento resolveu premiá-la pela atitude e coragem. Yasmin está se consolidando em ondas pesadas e ganhando respeito dos mais velhos. “Como mulher temos que mostrar mais serviço e isso pra mim eu tiro de letra porque eu gosto de ondas grandes. Ao mesmo tempo é legal ver o número de mulheres big riders que estão aumentando. Quero me especializar ainda mais em ondas ocas e grandes. Quero incentivar mais meninas a surfarem ondas grandes. Onda grande é muito legal”, confessou Yasmin.

Para Zé Paulo, pai de Yasmin e surfista experiente ver a filha encarando picos que antes eram exclusivos para homens é uma satisfação enorme. “Primeiramente agradecer aos organizadores do evento que estava impecável. Muito bem realizado e assistir a filha dropar aquela onda insana mostra que ela está no caminho certo e no que depender do meu apoio vai desbravar os melhores picos do mundo ainda”, ressaltou Zé, que é o atual presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e já pensa em colocar em prática um campeonato de tubos organizado pela SPSurf futuramente com premiação alta.

Com o titulo inédito conquistado de “Melhor Tubo Feminina” , Yasmim ratifica o tabu já quebrado de sua geração de mulheres surfistas de ondas pesadas botando para baixo na mais oca e perigosa direita da Paúba sobre uma rasa bancada de areia, mostrando que ali também é lugar de mulheres. Ela competiu com Isabela Saldanha (1ª), Julia Duarte (2º) e Briguitte Linn (4º).

“É muito legal competir com essas meninas que mostraram coragem nessas ondas grandes e cavadas. Ver a evolução do surf feminino neste tipo de onda é empolgante porque a gente quebra o estereótipo de que meninas não conseguem pegar ondas fortes e cavadas. Eu sempre vou incentivar o surfe feminino e levantar a bandeira de que as meninas podem e devem surfar ondas grandes. Estão todas de parabéns”, finalizou Yasmim.

Além de Yasmin, Caio Costa foi o campeão da Expression Session, Marcio Grillo ficou com o melhor Tubo Open, Bruno Rocha com o melhor Tubo Bodyboard, Yuri Pecene com o melhor Tubo Bodysurf.

O evento contou com a presença Samuel Pupo, João Chumbinho e JP Costa, que fizeram um show a parte numa apresentação especial nos tubos da Paúba. Phil Rajzman, bicampeão mundial de longboard, também manteve presença no evento.

A quarta edição foi em homenagem ao surfista Pedro Tanaka, 23 anos, morador de Maresias, tricampeão paulista e bicampeão brasileiro universitário de surfe, que faleceu no dia 26 de março, numa sessão de pesca submarina. Na terceira edição, que ocorreu no início de 2021, Tanaka foi o vice-campeão, ficando atrás de Caio Costa.

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias