#encontros 
São Paulo - Brasil

Tarp Surf é surfar na lona

Janaina Azzoni

Para praticar a modalidade é necessário um skate e uma lona azul. Um amigo para ajudar será fundamental, mas melhor ainda se houver uma galera para assistir e se divertir.

Os californianos mais uma vez criam moda, dessa vez para a alegria dos surfistas que estão longe do mar. Trata-se do Tarp Surf, conhecido como “onda na lona”.

O mundo tomou conhecimento da modalidade através de um vídeo no Youtube, mas há relatos de que o Tarp Surf existe há mais de 20 anos. Para transformar a ideia num viral, alguns praticantes do Tarp Surf lançaram uma competição onde todos deveriam postar seus vídeos surfando na lona. Um dos vídeos competidores ficou entre os melhores virais do chamado “People’s Choice Award 2011”.

Ao ver as imagens é possível observar que a sensação que se tem ao passar por debaixo da lona é a mesma de dropá-la. Mas atenção: a lona tem que ser azul para imitar ao máximo o azul do oceano. Há casos onde o grafite entra em cena e a lona ganha mesmo ondas grafitadas.

Como o tubo é sempre muito rápido, as rodinhas do skate garantem essa sensação de rapidez ao passar por debaixo da lona que tem de 15 a 40 metros quadrado. E pode parecer que não, mas tem “rola” também no Tarp Surf, bem naquela hora que a lona enrosca ou que a rodinha do skate bate em um buraco no chão que acabou sendo escondido pela enorme lona azul.

A posição do vento precisa ser observada para colaborar com a formação do tubo e o amigo que vai puxar a lona também vai aprender com o tempo a mater a força do braço de acordo com a velocidade de quem está “tarp surfando”. Também pode ser uma maneira de treinar o posicionamento do corpo com a chegada da onda, sem esperar pelos raros dias de ondas perfeitas.

Seus praticantes também perceberam que essa pode ser uma forma de divertir cadeirantes. Há casos como o registrado por jornalistas de Fortaleza, no Ceará, onde um ex-surfista, que perdeu o movimento das pernas pode relembrar a sensação de pegar uma onda por meio do Tarp Surf. Algumas empresas como a Club Social e a Havaianas já usaram a modalidade em suas campanhas, mais uma forma de chamar a atenção dos praticantes.

Em São Paulo há adeptos do esporte no Parque da Independência, no Ipiranga. Mas com certeza em breve vai ter muita gente adaptando rodinhas à sua long board e pegando onda pelos parques e ruas do Brasil!

Comentários

Galerias | Mais Galerias