#saúde 
Irlanda

Terapia Através do Surf e das Ondas

Patrícia Tadeia

A Surf2heal nasceu em 2008 e é um Surfcamp irlandês que ajuda crianças com autismo

O poder terapêutico das ondas foi a base para a criação deste surfcamp irlandês que ajuda crianças com autismo. A ideia é melhorar a interação destas com a família e com todas as pessoas que as rodeiam.

A Surf2heal é uma organização sem fins lucrativos criada em 2008 por Jon Hynes que, juntamente com a mulher, Alayne, e uma amiga que tem um filho com autismo, perceberam as vantagens do surf.

Depois de uma viagem ao México com outra associação semelhante, a norte-americana Surfers Healing, resolveram criar a Surf2heal que se localiza em Tramore, Irlanda, e conta apenas com a ajuda de voluntários e de escolas de surf locais.

A associação já levou crianças às praias de Inchydoney em West Cork; Banna Beach em Kerry; Fanore em Co Clare; e Strandhill em Sligo. Em cada aula há cerca de 10 crianças, cada uma apoiada por 3 ou 4 voluntários.

A reação dos pais tem sido a melhor: "Já vi um dos miúdos, cuja mãe não gosta de água, sair correndo do mar para a abraçar antes de voltar a entrar", diz Nollaig Hayes, mãe de um rapaz de 10 anos com autismo ao The Irish Examiner. "Foi um simples abraço, tão espontâneo, vindo de uma menina que nunca tinha demonstrado afeto assim”, conclui.

Comentários

Galerias | Mais Galerias